Não Machuque Um Amigo

Dr. Michael LaitmanPergunta: Quando a pessoa está se aproximando da qualidade de doação, como isso se reflete em seu trabalho no grupo?

Resposta: Ela tenta o tempo todo manter um senso de garantia mútua, para que seus amigos não sintam falta de nada, para que eles fortaleçam a intenção mútua de doar, não se esqueçam disso, e não abandonem nunca os esforços. Então, eles também irão afetá-la, e o sentimento da importância da meta e do calor dos corações reinará entre eles.

Isso é o que diz respeito à pessoa. Os pensamentos sobre os amigos são mais eficazes do que os pensamentos sobre si mesma. Preocupar-se com a promoção pessoal trará apenas uma pequena correção, induzida pelo temor e outros cálculos externos. Por outro lado, se a pessoa se esforça pelos outros, ela certamente mantém o curso de verdade.

Pensamentos, intenções e cálculos que não visem à conexão com o grupo, à união com os amigos, são direcionados para além da espiritualidade. Eles não atraem a Luz que Corrige. O importante é apenas o que você pretende fazer no grupo. Se você se preocupa com a coesão dos amigos, com o futuro deles, este é o trabalho espiritual que dará frutos, e o restante não dará.

Hillel deu uma breve definição: “O que você odeia, não faça aos outros”. Em outras palavras, você não tem nada mais para pensar em sua vida, exceto em como não magoar um amigo. Isso é suficiente para o seu egoísmo, por enquanto. Tente corrigir a si mesmo de modo que em cada momento, em cada desejo revelado, você pense apenas em como não machucar o amigo.

Faça isso e você terá sucesso: quando você desejar agir sem machucar o amigo, uma boa atitude para com ele será subitamente revelada a você.

Da 5ª parte da Lição Diária de Cabalá 10/07/11Matan Torá (A Enterga da Torá)”

Comente