Aprender A Perceber A Bondade

Dr. Michael LaitmanNós estamos acostumados a ver fenômenos claros e familiares em nosso mundo, que não mudam. Por outro lado, alguns fenômenos dependem da maneira com que os usamos. Por exemplo: existe a eletricidade que podemos usar para produzir ações diferentes e opostas tais com obter frio ou calor. O fogo que pode esquentar ou incendiar é outro exemplo. Basicamente, tudo depende do jeito que os usamos. Em outras palavras, tudo depende do usuário, do desejo (Kli) no qual essa força se veste.

É o mesmo com respeito à Luz superior. Ela contém tudo, incluindo o próprio desejo, todos os fenômenos que podem acontecer nele, e todas as impressões que ele pode perceber da Luz.

Um erro comum dos principiantes é pensar que a Luz é algo específico e constante que é sempre bom. Mas, não é sempre assim. Existe também a noção do Pulsa de Nura (chicotadas de fogo), uma maldição. De modo geral, todas as coisas, melhores e piores, vêm da Luz. É como a eletricidade: tudo depende do modo como é usada.

Por essa razão, a definição do Criador como “Bom que faz o Bem” se refere à Luz, um fenômeno que pode ser aceito e revelado somente nos desejos de doar. É impossível receber e sentir essa bondade num desejo egoísta. Ela simplesmente não existe lá.

Uma vez que o desejo de doar não é limitado por nada, e a natureza da Luz verdadeira em sua raiz do “Bom que faz o Bem” é ilimitada, o fenômeno chamado Luz e vida só pode ser experimentado no desejo que estiver totalmente dirigido à doação. Todas as demais formas opostas não são chamadas de vida e Luz.

Nós gostaríamos de alcançar a sensação do Bom que faz o Bem, mas nós não entendemos que isso nada mais é do que a sensação de doação e amor. É como um viciado em drogas que pensa que estados bons só existem sob a influência das drogas, e não entende que existe um modo de receber prazer proveniente de outras coisas.

Por essa razão, o nosso objetivo é preparar o desejo, o vaso, para perceber a qualidade de doação. Como está escrito: “A Sabedoria é dada aos sábios”. Isso significa que ela é dada àqueles que entendem que eles não existem na qualidade de doação, e que essa é a única natureza que eles precisam alcançar para receber a Luz de Hochma (Sabedoria), a Luz da vida.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabalá 18/07/11, Shamati #122

Um Comentário

  1. Rav answer me, please:

    Is ‘Pulsa de Nura’ a punishment, a judgment?
    Is it result of family curses or may be due to our past incarnations?
    In which situation manifests this curse?
    In what ways does it manifest itself?
    What the man must do to deserve this curse, deserve be outside the coverage of mercy?
    This has to do with the recurrence more than seven times?
    The lashes of fire are applied to alive people and also to some kinf of dead ones?
    Wich is the spiritual influence on the person dead or alive, who is under this trial/curse?

    Thank you, very much.

    Marie.

Comente