A Convenção Em Moscou: Um Esforço Pela União

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como podemos nos mover mais rapidamente antes da convenção de Moscou para que assim não nos contentemos com a inércia das convenções anteriores?

Resposta: Essa convenção acontece numa região muito importante. Muitas pessoas encaram com desprezo o Leste Europeu; porém, é exatamente onde o método de correção recebeu um novo impulso para se desenvolver. Condições especiais de tempo e lugar, que se materializaram lá, deram crescimento a um forma moderna do método que nós nos esforçamos para realizar agora.

Pelo menos metade das pessoas que estudam ativamente conosco vêm de lá. E isso não é acidental: secreta e abertamente, os Cabalistas atuaram lá durante séculos, abastecendo a nação com sólida educação e atraindo-a para mais perto da espiritualidade.

E por isso é vital nos preparar para a próxima convenção. Uma grande força está oculta lá, bem como em todo mundo de língua russa. Esperemos que sejamos capazes de nos unir fortemente e tornar a convenção um poderoso evento.

Teremos três dias intensos, sete aulas, vários eventos, encontros de amigos, etc. Nós temos que tentar estar juntos com toda nossa força. Se alguém se conectar a nós virtualmente, tente se conectar ao vivo tanto quanto possível.

As convenções aceleram muito o nosso progresso. Ontem, por exemplo, nós tivemos uma maravilhosa noite dedicada ao feriado de Shavuot. Nós sentimos que isso não ocorreu em vão, que as pessoas estão se impregnando com nossa mensagem. E não importa que tenhamos investido um monte de esforços e recursos; isso valeu a pena. Havia um sentimento de união, coesão, um desejo de conexão, de mudar em direção à espiritualidade. Nós ouvimos trechos dos trabalhos do Baal HaSulam e Rabash, e suas melodias. Tudo isso teve um grande impacto nas pessoas.

No nosso mundo, nenhum outro meio é mais poderoso e efetivo que esse. Agora, nós também falamos mais abertamente; nós usamos uma linguagem simples. Novas palavras estão emergindo, enquanto que antes as condições ainda não eram corretas para isso. Elas surgem como resposta à necessidade interior das pessoas.

Tudo isso alegra o coração. Eu espero que isso traga uma mudança grande e real no nosso mundo, e nós veremos a crise como o trampolim para o futuro de humanidade. Hoje nós estamos no limiar de um novo paradigma de toda nossa vida. O Baal HaSulam escreve que isso já é óbvio e está apoiado em pesquisa.

Assim, vamos fazer o nosso melhor.

Da 4a parte da Lição Diária de Cabalá 07/06/11, Escritos do Rabash

Comente