A União Que Encontrará Resposta Em Todos Os Mundos

Dr. Michael LaitmanPergunta: Qual é a diferença entre nossa união com o grupo, com a humanidade inteira, e com a natureza?

Resposta: O fato é que todos que começam a se comprometer num trabalho espiritual se tornam mais individualistas. O grupo também se torna duro, claramente limitado em si mesmo;, tudo está misturado e fervendo interiormente. Os grupos têm dificuldades de se unir uns com os outros.

Quando essa mistura começa a se conectar, especialmente durante as convenções, isso dá uma tremenda força espiritual porque, de repente, dentro de poucos dias, todos se aglutinam no mesmo material, numa única explosão, nas mesmas músicas, na mesma programação. Isso afeta a todos e libera uma imensa quantidade de energia espiritual. Por isso, as convenções causam uma impressão tão forte.

Em outras palavras, quanto mais somos opostos uns aos outros, egoístas – cada um de nós individualmente, e os grupos como um todo –, maior o potencial espiritual que nossa união passa ao mundo. Esse imenso potencial realmente sacode a todos.

Nós não podemos imaginar que nossa união injeta uma forte infusão reavivadora no mundo, e o mundo continua avançando sem nem mesmo saber para onde e como. Essa infusão dá ao mundo uma energia poderosa para o próximo estado. Consequentemente, nós também avançamos porque não podemos prosseguir mais rápido do que o mundo.

No passado, os Cabalistas podiam alcançar o mundo do Infinito e o nosso mundo continuava girando como sempre. Mas, nós estamos num período de correção global e devemos realizar essa correção. Assim, nosso movimento será somente de acordo com o movimento do mundo! Por esta razão, nós precisamos levar isso em conta durante nossas convenções e pensar o máximo possível sobre todos, não só nos amigos por toda parte, mas no mundo inteiro.

O mundo está começando a sentir que existem problemas, e esses problemas não podem ser resolvidos.  A ansiedade está se apoderando do mundo, e a humanidade sente que simplesmente se distrai para evitar ficar assustada e louca. Nós sabemos como isso é feito: é melhor dar analgésicos para doentes terminais, de modo que não sintam dor e morram calmamente. O mundo está se preparando para esse estado e nem mesmo o desejará. Se as pessoas soubessem que elas poderiam tomar tal pílula e não acordar amanhã, evidentemente, isso seria a salvação para elas… Mas, isso não é tão fácil.

Nós temos que entender que a nossa união é necessária para o mundo. Uma enorme responsabilidade recai sobre nós! Assim, estamos nos unindo não só para passar bons momentos. Nós temos metas muito sérias. Nós nem mesmo compreendemos quão globais e universais elas são, e como elas encontram resposta em todos os mundos.

Da Lição Virtual, Série “Fundamentos da Cabalá”, 15/05/11

Comente