A Situação Atual É Um Exercício Do Criador

Dr. Michael LaitmanPergunta: Finalmente, nós temos de perceber que queremos nos unir, mas não conseguimos fazê-lo. Mas por que eu continuo esquecendo isso?

Resposta: Você não está esquecendo. O Baal HaSulam tem um artigo chamado “A Qualidade Maravilhosa da Lembrança”, que explica como é impossível para mim lembrar e então esquecer alguma coisa. São simplesmente as Reshimot que estão surgindo e passando por mim.

Portanto, você não deve se incomodar com algo do passado que você esqueceu, ou com algo novo que você não quer. Você deve aceitar todos os estados como uma exercício de trabalho e realizá-lo. Eu necessito tudo que tenho. Vejo a mim mesmo depois que algo veio à tona em mim e eu comecei a trabalhar a partir desse ponto.

Não importa quais desejos ou pensamentos despertem em você a fim de confundi-lo com essas inesperadas “surpresas” ou repetições infinitas, elas não irão embora até você realizá-las até o fim, até que você decida que esse pensamento não serve e você não quer focar-se nisso, ou que isso é desejável e você quer realizá-lo até o fim. Nada vai embora até que você faça esta análise final.

A velocidade da realização de seus desejos e pensamentos depende da sua vontade de tolerar e ascender acima deles, trabalhando com a fé acima da razão. Em outras palavras, isto depende apenas do quão incluído no ambiente você está.

Pergunta: Por que eu tenho que tolerar isso?

Resposta: Porque você é obrigado a não fugir desses desejos, mas a preservá-los e analisá-los, elevando-se acima deles.

Por exemplo, eu tenho algum pensamento desagradável. Então, eu me envolvo no estudo e no grupo, mantendo uma distância entre eu e as inquietudes que me preocupam. E eu decido sozinho que um é mais importante que o outro. E continuo indo assim até que esse mau pensamento seja descartado para o fundo e desapareça. É assim que eu analiso isto. Depois, isto continua acontecendo repetidamente, até que eu o “esmague” completamente.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabalá 21/02/11, Escritos do Rabash

Comente