Textos arquivados em ''

O Mundo Depende De Nós

Nós, juntos com todo o mundo, estamos passando por um estado especial. O momento em que a sabedoria da Cabala é revelada é fundamental para a história da humanidade.

Durante esses encontros, desejamos a correção da nossa alma, e ninguém pensa sobre o resto do mundo. E ainda, vamos refletir por um momento que nós estamos afetando o destino do mundo com as nossas ações. Eu posso assinar esta reivindicação.

Queremos e estamos tentando nos unir, deslocando assim o mundo à escala de mérito já que o mundo, em si, é sem vida, matéria informe que não tem poder. E nós residimos alguns níveis acima dele, no nível humano (Adão), que anseia tornar-se semelhante (Dome) ao Criador. Portanto, o destino do mundo está em nossas mãos.

É por isso que vale a pena gastar dinheiro para vir as convenções de Cabala e colocar-se no ambiente ao contrário de sua casa. Esta consideração é também necessária, afinal, uma pessoa recebe o direito de afetar o mundo inteiro e seu próprio destino.

No primeiro relance, quem somos nós? E ainda, o Criador escolheu especificamente estas pessoas, dando-lhes uma oportunidade e um desejo de vir aqui, a fim de se unir. Não é fácil, daí, eu tenho respeito por cada participante a quem o Criador escolheu e o dotou com força. Da mesma forma, eu o respeito por seu desejo e vontade de vir e contribuir. Cada pessoa presente aqui é grande e única. E este é o caminho que devemos ver uns aos outros.

Devemos valorizar esta especial oportunidade para afetar nosso próprio destino  e o destino do mundo. E não importa que nós mesmos dificultamos em reconhecer o profundo significado do momento. Mesmo que o nosso desejo seja simples e ingênuo, ele ainda reforma o mundo.

Portanto, eu recomendo fortemente que você use esse tempo ao máximo para que todos possam abrir seu coração e desejar se relacionar com os outros. Afinal, este encontro trouxe pessoas muito especiais juntas. Vamos dar o nosso melhor.
[31349]
Da Lição 1, na Convenção do Deserto de Arava 30/12/10.

Material Relacionado:
Como Uma Convenção De Cabalá Afecta A Correcção Do Mundo

Deixe-Me Ter Seus Desejos

Pergunta: Vamos unificar-se um com o outro? Como?

Resposta: Eu tenho um desejo de alcançar algum propósito exaltado, ascender ao mundo superior frente ao Criador, a raiz da minha alma, algo desconhecido. Toda pessoa tem esse desejo de atingir a raiz, o propósito de sua vida. Ele tem sido plantado em todo mundo, mas em uma pessoa surge na encarnação atual reencarnação (Gilgul), em outra manifesta-se na anterior, e na terceira vai despertar na vida futura.

Minha raiz reside no Criador, de onde desci a este mundo. E agora, finalmente, você e eu começamos a aspirar para o alto. A raiz da alma, o ponto no coração, despertou em nós dois.

Nem você, nem eu podemos conseguir qualquer coisa com os nossos pontos nos corações. Mas vamos uni-los, se você anexar o meu ponto no coração com o seu,  e eu faço o mesmo com o meu. Como fazemos isso? Temos que lutar para se conectar em nossos corações. Unidade, por si só virá de cima, por meio da Luz que Reforma, mas para que isso ocorra, você coleta os desejos espirituais de todas as pessoas sentadas aqui.

Você consegue pedindo. Tudo é movido pelo desejo, uma vez que é a questão da criação. Eu desejo para que os seus desejos destinados ao Criador sejam meus. Eu quero um grande desejo composto de todos os desejos individuais apareça dentro de mim.

Comece a pensar sobre isso e você vai ver como se sentirá muito mais próximo das pessoas, não fisicamente, mas internamente. Você vai começar a sentir o que seu coração deseja, e seu desejo espiritual de um ponto vai crescer a uma esfera, um “globo”, um “vaso”.

Finalmente, neste desejo reunido, você sentirá uma corrente espiritual, a vida espiritual . Assim é a demanda: “Eu quero os seus desejos! Você precisa dos meus? Estou disposto a tomá-lo.” Mas primeiro vamos fazer um grupo onde todos querem conectar seu coração com o coração dos amigos.
[31341]
De Lição 1, Convenção no deserto de Arava 30/12/10

Material Relacionado:
Vamos Continurar Pensando Sobre a Unidade
O Desejo Não Conhece Distância

Vamos Manter a Luz a Todo O Custo

Pergunta: Como podemos aumentar o nosso entusiasmo para que ele não termine, de modo que a luz não se afaste?

Resposta: A experiência é a mãe da sabedoria. Deixe-me dizer-lhe com base na minha própria experiência: Você passará por vários estados, desejando manter a Luz a todo o custo.

E então você vai começar a refletir “O que é a Luz? É quando me sinto bem e quando eu penso sobre os outros? Afinal, esses estados podem ser diferentes, eles não podem? Há Luz quando eu entender tudo ou quando me sinto no escuro? Na verdade, a escuridão é relativo à Luz da qual eu estou tão distante. Sinto uma grande distância entre nós como a escuridão, mas na verdade, é a Luz que me faz sentir que eu não sou Ele”. [Leia mais →]

Cabalistas Sobre a Torá e os Mandamentos, Parte 8

Caros amigos, por favor, façam perguntas sobre estas passagens dos grandes Cabalistas. Os comentários entre parênteses são meus.

A essência Do Trabalho na Torá e Mitzvot

Ao mantendo Torá e Mitzvot, o propósito da criação – para fazer o bem a Suas criações – torna-se revelado  – Rabash, Rabash dos Escritos sobre o Social, “A Importância de Uma Da Oração de Muitos”

O significado das almas das crianças de Israel [aqueles que, independentemente da sua nacionalidade, aspiram ao Criador] é que eles são uma parte de Deus Acima [a propriedade de doação]. A alma em cascata [do mundo do Infinito para nosso mundo] por meio de causa e conseqüência [Luz correspondente ao desejo] e desceu [da propriedade de doação] degrau por degrau, até se tornar apropriada [tão distante do nível do Criador] para vir a este mundo e vestir o corpo corpóreo do imundo [desejo de apenas receber, não dar].

Mantendo a Torá e observando Mitzvot degrau por degrau [grau da propriedade] de doação, até a sua estatura estar concluída, e estar apto a receber a sua recompensa do todo. Esta tem sido preparada para isso com antecedência, o que significa atingir a sagrada Torá por meio do nome do criador [as propriedades e os atos de doação], que são os 613 depósitos. -Baal HaSulam, “Introdução ao Livro, Da Boca de um Sábio
“[30022]

Material Relacionado:
Cabalistas Sobre a Torá e os Mandamentos, Parte 5
Cabalistas Sobre A Torá E Os Mandamentos, Parte 7

A Torá é Dada Aqueles Que Dela Necessitam

Pergunta: pode-se avançar pela fé acima da razão no grupo? Como?

Resposta: Sem o grupo é completamente impossível fazer isso. Ou você se une com um professor da forma como foi feito no passado, ou você se une com o grupo. Mas é impossível avançar por si mesmo.

Quando falamos sobre o relacionamento entre uma pessoa e o Criador, sempre significa a presença do meio ambiente. Sem ele eu não tenho nada para subir acima, nada para corrigir. Um apelo ao Criador é um fundamento para a correção. Mas a correção de quê? A única coisa que tenho a corrigir é a minha atitude para com o meu vizinho. Este é o egoísmo, a inclinação para o mal, o ódio infundado, o Kelim quebrado, o Templo quebrado.

Portanto, é óbvio que o que nós sempre queremos dizer que uma pessoa está no ambiente certo, com seu grupo. Este princípio se origina a partir do Monte Sinai, onde foi estabelecido uma condição: se unirem como um homem, um coração.
Só então você vai receber a Torá e ser capaz de se corrigir.

Se, no entanto, se você não tentar se unir e chegar a garantia mútua, então o que você vai corrigir? Nesse caso, você não vai receber a Torá. A condição para receber a Torá é uma necessidade dela. Mas se você não quiser se unir com os outros, então você não precisa da Torá. Destina-se apenas para corrigir a conexão entre as pessoas.

Portanto, nos nossos tempos, quando o mundo está sendo levado a uma situação sem saída de interconexão universal, quando torna-se evidente que sem as conexões corretas entre nós a civilização chegará ao seu final, as pessoas terão que usar a Torá. Elas terão a Força Superior, a força da Luz que irá uni-los.
Esta é a finalidade para a qual a Torá, o método Cabalístico, está sendo revelada. Todos os outros métodos não podem ser chamados de Torá, pois não se opõem a inclinação ao mal. As pessoas vão aos poucos revelando a inclinação para o mal neste mundo e terão então a Torá real.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabala de 2/1/11, Escritos de Rabash

Material Relacionado:

O Nascimento de José
Cabalistas Sobre a Cabala Hoje, Parte 5
Querer Não É Suficiente

A Alma Não Tem Idade

Pergunta: Como uma criança pode conectar-se ao seu sistema educacional?

Resposta: A criança vai se conectar a esse “meio de existência” através da Internet na linguagem dela ou na forma adequada que ela entenda. Nós apenas precisamos incentivar as crianças desde o início para ser parte do sistema, e elas vão fazer contato com outras crianças ao redor do mundo. Elas vão se sentir confortáveis nele e avançar como parte disso.

Penso que os resultados serão visíveis imediatamente. Dentro de algumas semanas, você vai sentir como o seu filho mudou. Tente conversar com ele, e você vai ver como ele cresceu, está mais sensato, e começou a responder a perguntas como um adulto, que ele tem uma atitude completamente diferente em relação à vida.

Temos que tratar uma criança como um adulto. A alma não tem idade. O problema é que nós tratamos as crianças como bobas e como isso a estragamos. A criança não quer essa atitude de nós. Ela quer ser o mesmo que nós. [Leia mais →]

Não Seja Distraído Pelas Curvas Acentuadas

Os estados de “Israel” e “as nações do mundo” constantemente alternam dentro de uma pessoa e este processo não depende dela. Tudo o que ela tem a fazer é “pisar no acelerador”, trabalhando para a frente com tudo o que ela tem. Para isso, é preciso uma forte ligação com o grupo e um pensamento implacável sobre o avanço espiritual no sentido de doação. É assim que o princípio “de Israel, a Torá, e o Criador somos um” é realizado, que é o comando do Criador.

Por mais esforços que uma pessoa faz, mais vezes estes dois estados se alternam. É quando é importante não deixar que nenhum deles a ponha fora do trilho, para não desejar permanecer em seu estado, e não ficar preso em qualquer um deles.

Devemos sempre ver o objetivo na nossa frente e aspirar diretamente a ele, mesmo que o caminho seja tortuoso e curvilíneo. Cada pessoa está rodopiando pelo seu próprio Reshimot como se estivesse avançando por um túnel sinuoso. Não há para onde fugir e você só aspira para frente, não fazendo nenhum cálculo sobre as curvas. [Leia mais →]

Todos Os Mundos Estão Entre Nós

No Zohar introdução, ao artigo “Yitro (Jetro)”: O Zohar explica a ordem da emanação do Partzufim de Atzilut: Atik, AA, AVI e ZA,como a fonte de tudo, o Masach de Malchut  Midat ha Din, e usa Partzuf Atik, e opera em AA para esconder o Hochma lá … Depois, ele explica VAK de ZA relativo a seis cortinas e as cortinas bordadas, GAR de ZA.

Os autores do Livro do Zohar revelaram a ordem das relações entre eles e dentro da conexão entre si, eles revelaram Partzufim, mundos, qualidades e discernimentos internos. Tudo isso está presente entre uma pessoa e outras.

Quando uma pessoa vê os outros conectados entre si, é chamada de “Mundo Infinito.” Se ele os vê como parcialmente conectados, é chamado Partzufim que estão acima dela. Isto é como eles falam uns com os outros, revelando toda a qualidade e o chamando de “Rabino Yossi, Rabino Hiya, Rabino Elazar, Rabino Shimon,”

Todos estes são estados que passam por nossas almas no processo da sua correção. Eu sei da minha experiência pessoal como é difícil para uma pessoa representar uma imagem muito simples em sua imaginação: que não há nada além das almas separadas. Sua divisão total é percebida por eles como o nosso mundo. Sua unificação parcial, a inclusão dos desejos em si do princípio “Ama o teu próximo como a ti mesmo” cria a sensação do Mundo Superior na alma.

Toda Sua unidade é percebida pelas almas como o Mundo Infinito sem barreiras, ilimitado e, por conseguinte, a total realização da unidade com a Luz.

Da 2a. parte da Lição Diária de Cabala de 2/1/10, O Zohar

Material Relacionado:
O Mundo Das Nossas Intenções
Mudar As Formas Da Realidade

Vamos Continurar Pensando Sobre a Unidade

Começamos a trabalhar uns com os outros, e todos querem sentir-se próximos, conectados. Comece a examinar e analisar quanto tempo podemos ir assim? Você pode manter o pensamento nos outros desta maneira por um tempo? Um minuto? Dois minutos? Ou talvez até cinco ou dez minutos? Já é bastante longo. Normalmente, ele acaba em um segundo.

E isso é bom. Ele é chamado de garantia. Todo mundo quase que instantaneamente se esquece que ele tem vínculo com os outros e os vê grande, e isso é uma oportunidade para lembrar imediatamente de fazê-lo novamente.

Se, no nosso pensamento, estivermos preocupados com todos, desejando que ninguém se esqueça, vamos lembrar de fato. Uma pessoa vai se sentir como os outros pressionados com seus pensamentos. Os desejos nos corações dos outros irão afetar a todos.
[Leia mais →]