Recorrer ao Criador Juntos

A pessoa pensa que ela tem que superar o seu ego de forma independente e avançar em direção à espiritualidade, focar-se para “Israel, a Torá, o Criador são um.” Isso, no entanto, não é assim!

Em nosso mundo, estamos sempre esperando que uma criança pequena complete uma ação de forma independente seguindo o nosso exemplo, ou pensando em algo por conta própria, como constuir algo com legos.

Na espiritualidade, nós estamos nos desenvolvendo em um nível que está acima do mundo físico. Lá, nós temos que obter uma segunda natureza, enquanto que no mundo físico tudo o que temos a fazer é avançar, aprender sobre o que já está dentro de nós, e perceber o que está à frente. Isso é porque tudo já existe em seu estado final, toda a realidade será dilvulgada.

Temos que, de alguma forma, “agarrar” a espiritualidade, e começar a senti-la, ve-la, e revela-la. Por agora, o mundo espiritual não está claro para nós.

Temos que entender uma noção muito simples, que passa a ser extremamente difícil de implementar Quando falamos de aspiração, superação, atingir a meta, revelação do Criador, e os nossos esforços, todas essas as coisas devem ser a nossa súplica ao Criador, a fim de sermos ouvidos. Nós não podemos fazer nada a não ser corretamente pedir ao Criador.

Por agora ainda não chegámos ao ponto de perceber que “não há outro além Dele”, que Ele está no comando de todas as ações, e que somos simplesmente os objetos dessas ações. Nós só podemos levantar MAN (MayinNukvin – “aguas femininas”) para que o Criador realize essas ações.

Ainda estamos relacionados com a espiritualidade na mesma maneira que nos relacionamos com o mundo, onde sentimos que podemos fazer coisas com “nossas próprias mãos.” Nós dispersamos nossos esforços em direções diferentes em vez de apelar ao Criador.

Se não estamos formulando um apelo interior para o Criador, então não estamos aspirando para a doação. Afinal, é evidente que não somos capazes de doar na nossa cabeça. É por isso que temos que apelar ao Criador. O grupo não pode corretamente perceber e explicar a cada pessoa que medidas devemos todos tomar juntos.

Diz-se os “Filhos de Israel clamaram a partir deste trabalho”. Eles queriam construir as cidades de Pitom e Ramsés por conta própria. Depois da construição, eles viram que tudo foi consumido pelo desejo egoísta de receber prazer. Isso foi quando eles chamaram o Criador para que Ele fizesse alterações.

Em outras palavras, estamos apenas esperando para acontecer. Mas a força de execução, que nos mudarará só virá se nós pedirmos que ela venha. Podemos ouvir essas coisas centenas, até milhares de vezes, mas apenas a Luz Superior pode nos dar a capacidade de percebê-los.

No entanto, a opinião do grupo pode aproximar-nos disso. Se cada pessoa constantemente tentar lembrar-se e até mesmo forçar-se a pensar que temos que unir a nossa súplica ao Criador, então iste é considerado o esforço de todos. É a oração de muitos (TefilatRabim) que vai abrir o caminho para a espiritualidade.
[27533]

Da Preparação para a aula de 19/11/10

Material Relacionado:
“O Lugar” Onde O Criador E Eu Nos Encontramos

Comente