Perguntas Pós-Convenção Retiradas Do Blog, Parte 2

Dr. Michael LaitmanPergunta: Na recente Convenção, houve uma forte presença da parte feminina do Kli. Elas fizeram inúmeras perguntas, e o que eu ouvi e senti nelas foi que a metade masculina não se esforça o suficiente, e que as mulheres, elas mesmas, querem receber a Luz que Corrige.

Eu estou falando de todas as mulheres: aquelas que são casadas e cujos maridos estudam Cabalá, aquelas que ainda não são casadas, ou aquelas cujos maridos não estudam Cabalá.  Certo, a Luz vem do Criador, não de um homem ou de uma mulher. E não importa quem você é, homem ou mulher, exceto a realização.

Não seria de modo que muitas mulheres (e homens, uma vez que todos tem uma parte feminina, que é a única com a qual eu posso trabalhar) usassem isso como um guia para a ação? Isso nos dividiria, ou não? Por que, então, precisamos ser casados, homens e mulheres? Ou suas respostas são somente para mulheres cujos maridos ainda não estudam Cabalá?

Resposta: A pessoa não se casa para receber a Luz de sua mulher, mas para se colocar num ambiente mais benéfico para o avanço espiritual. Isso é o que os Cabalistas aconselham, e um homem que ignora isso se priva da oportunidade de avançar. Ele pensa que pode justificar racionalmente ou menosprezar o que um grau espiritual mais elevado está lhe dizendo.

A recomendação de um Cabalista é a “Segula”, uma poção mágica que precisa ser tomada. Os homens são obrigados a se casar; as mulheres não. E o trabalho espiritual permanece um trabalho espiritual para ambos. Existe um Kli Mundial, suas partes masculina e feminina, cada uma das quais precisa estar trabalhando para a nossa unificação e aspiração pelo Criador.

Comente