O Espírito do Grupo

Pergunta: Qual é o espírito do grupo e como eu posso entende-lo?

Resposta: O que lemos nos artigos, o que falamos, cantamos, e estudamos, o que nós imaginamos que é a nossa unidade, o que significa o desejo e aspiração que tem de estar imbuído, os pensamentos que o grupo devem preocupar-se, todas essas coisas são o espírito do grupo.

O grupo é como o Criador. É a nossa unidade. Quando nós somos um, nós vemos que não há outro a não ser o Criador, o Bem que faz o Bem. Esta é a nossa forma de descrever o Governo Superior que nos leva em direção ao objetivo.

Este se revela através da unidade, ou seja, a “garantia mútua”, quando todos estiverem selados no caminho para a meta, e tudo que acontece só nos empurra para isso.  O objetivo é o tipo de unidade entre nós, quando nós revelamos nossas interligação integradas, o sistema único de Adão. Lá, todos nós trabalhamos como as células de um corpo, em harmonia mútua.

Esta harmonia, esta lei, a doação mútua que reina entre nós é o Criador (Boreh), que vem das palavras “venha” (Bo) e “ver” (Reh). O “Criador” é o que nós alcançamos na ligação entre nós, Ele é o fluxo comum da nossa vida.

É de onde todos os pensamentos e desejos do grupo vêm. Eu sou uma cela separada, enquanto o grupo é um organismo vivo, Malchut do Mundo do Infinito, Shechiná, algo que contém a aplicação espiritual. É assim que eu deveria estar imaginando.

O grupo é Malchut, Shechiná, ou seja, o “lugar”, o desejo comum, onde eu revelo o Criador.

[24800]
A partir da primeira parte da Lição Diária de Cabala de 25/10/10, “Mostre-me Minha Honra”

Comente