O Amor É O Vaso Para A Luz

Dr. Michael LaitmanSe nós não recebermos o desejo de doar do ambiente, não seremos capazes de revelar o mundo espiritual através de nossos próprios esforços. Na verdade, o prazer espiritual é infinitamente maior do que seu equivalente corporal. Mesmo o menor prazer que recebemos ao subir até o primeiro dos 125 níveis espirituais, é bilhões de vezes maior do que todos os prazeres do mundo juntos.

O “Big Bang” é o resultado de uma pequena centelha de Luz Superior que infiltrou-se em nosso mundo e fez todo o nosso Universo. E ela era apenas uma pequena centelha! Entretanto, agora nós estamos prontos para revelar toda a Luz de NRNHY de forma plena. Para isso, nós precisamos de vasos de recepção ilimitados.

Portanto, nós não podemos receber toda essa Luz; caso contrário, nós simplesmente explodiríamos. É por isso que cada pessoa precisa construir Kelim (vasos) externos fora de si. Somente através da conexão, da inclusão mútua, somos capazes de alcançar grandes desejos externos.

Mesmo agora, nós estamos todos nadando na Luz Superior; apenas somos incapaz de sentir isso. Não há nenhum lugar dentro de nós que possa ser preenchido, pois só temos uma pequena centelha. Na Carta nº 8 do Baal HaSulam (Fruto da Sabedoria, Cartas), ele descreve a Luz que se revela em nós:

“No momento da realização a pessoa sente a Luz Superior que se revela e sobre a qual se baseiam todas as transformações reversíveis. No momento de alcançar a perfeição, a pessoa sente que todo o sofrimento que ela passou foi valioso, porque lhe permitiu apreciar a doçura e o sabor da Luz, da união com o Criador. E todos os seus órgãos e tendões devem dizer e testemunhar que qualquer um entre os que vivem no mundo, concordaria de bom grado em cortar suas mãos e pés sete vezes por dia, se pudesse atingir o sabor da adesão por um breve momento em sua vida”.

Em outras palavras, nós precisamos entender que a revelação espiritual é algo infinitamente estupendo, e nós precisamos preparar nossos desejos (Kelim) vazios para ele. Um grande trabalho interior nos espera, e, mesmo assim, isso é incrivelmente fácil se fizermos isso juntos com o amor. Esta união determina tudo!

Se eu me unir com os outros e sentir que existo juntamente com eles em um Kli, em um desejo, então a Luz se revela dentro. Está escrito que “o amor ao próximo é a regra principal da Torá (Luz)”, porque o amor é o vaso para a Luz.

Da Lição 1, Convenção Mundial de Cabalá 2010, 09/11/10

Comente