Não Tente Discutir Com o Criador

Pergunta: Gostaria de ver o mundo todo acordado e consciente. Como faço para conseguir isso?

Resposta: Você não pode pisar fora dos limites do que o sistema comum de almas “correção” revela hoje. E isso revela um ótimo negócio. A questão é: em que extensão podemos afetá-lo?

O mundo ainda não sente a necessidade da Cabala já que ela não pode vincular o que está acontecendo na sua correção. O homem não quer. Quando algo ruim acontece comigo, procuro alguém para culpar e não me culpo. O que é natural para o egoísmo, porque isso sempre vira as costas para a correção.

Neste cenário, devemos fazer o que pudermos. E o que não podemos, devemos, pelo menos, estabelecer um caminho pelo qual a próxima geração será capaz de andar e seguir. O local de trabalho é lhe dado pelo Criador, e com Ele não se pode argumentar.

O mundo está ainda por despertar, mas não no ritmo que eu gostaria. O Criador tem outros planos. Afinal, as impressões estão sendo impressas nas almas no caminho da evolução para chegar a sua profundidade. E isso leva tempo.

Preferimos cobrar adiante, no entanto, tendo aprendido a concepção da alma, percebemos que entre os dois estados, lá existem milhões de ações realizadas na vontade de receber (desejo). Às vezes, um computador “congela” por trinta segundos, e não há nada que você possa fazer senão esperar.

E ainda, com o tempo o processo se acelera. Antes levava meia hora para baixar um programa simples a partir da Internet e, agora, baixamos filmes inteiros em meio minuto. E mesmo assim precisamos ser pacientes: Existem muitas ações que devem se manifestar no desejo coletivo de Shechiná (Divindade). Nosso desejo de apressar deriva da nossa ignorância sobre a importância e a necessidade de cada ação.

Portanto, nós simplesmente “pressionamos o pedal do acelerador para o chão”, o que significa que nós damos ao mundo o quanto somos capazes, independentemente de qualquer que seja a sua resposta . Não cabe a nós. O mundo tem o seu próprio ritmo evolutivo. Olhe para os tremendos esforços que foram feitos por Baal HaSulam, e apenas 60-70 anos após seus apelos desesperados, alguma coisa está começando a se mover.

Nós não vemos todo o escopo de se aproximar da correção do egoísmo. Precisamos contar completamente nossas modestas forças, a fim de utilizá-las para a divulgação com a máxima eficiência. Caso contrário, nossas palavras perderão os ouvidos das pessoas e não plantará qualquer coisa em seus corações.

Falei sobre isso com Rabash e alguns outros Cabalistas que costumava visitar. Eu os vi queimando-se por dentro e serem pacientes ao mesmo tempo. Eles eram verdadeiramente “carregados”, mas o que se pode fazer com uma criança que está brincando com seus brinquedos? Ela precisa de tempo para evoluir.

Portanto, nós precisamos trabalhar mais no interior, entre nós. Desta forma, seremos capazes de passar o despertar para o mundo, através da rede interna das almas, e as pessoas não vão mais ter que ligar a TV ou assistir a palestras introdutórias.

Coloque todos os seus desejos em ação que vise a construção da conexão correta no grupo como cabalistas anteriores costumavam fazer. Quanto ao público externo, solte os conhecimentos necessários em pequenas doses, no seu grau de prontidão. Alimente-o com uma colher de chá, como seria alimentar uma criança.

[28918]

Da 1a parte da Lição Diária de CAbala de 6/12/10, “Introdução ao Livro do Zohar”, o artigo “Quem Criou Estas”

Comente