Como quebrar o muro entre nós

Pergunta: Como pode o sofrimento de repente levar uma pessoa a doação?

Resposta: De fato, do corpóreo, do ponto de vista do “senso comum” é impossível alcançar a doação desta forma. Se uma pessoa se sente mal, então ela só pensa em como melhorar a sua situação, para tentar resolver o problema diretamente, para preencher o vazio.

Esta é a forma como a  psicologia humana funciona.  Se eu me sinto mal ou alguma coisa está me faltando, dirijo-me a um médico para o remédio, tento ganhar mais dinheiro, roubar algo, ou fazer qualquer coisa para preencher o vazio. Mas depois que todas estas tentativas e de um número de golpes, eu começo a perguntar: “Quando isso vai acabar?”

Uma pessoa cai no desespero, na depressão ou começa a usar drogas, tudo isso só para adormecer sua dor, porque ela vê que nada pode ajudá-la. Então, como é possível fazer a transição para a doação? Para esse fim temos preparações no nível corporal, bem como os genes espirituais.

Em nível corporal uma pessoa começa a pensar em dar, porque ela vê que não há outra escolha. Ela está pronta para dar aos outros a fim de que eles deêm a ela também, então vamos todos nos sentir bem, caso contrário, apenas devoraríamos uns aos outros como bestas selvagens.

Isso é um simples cálculo egoísta no nível do nosso mundo, e é possível, especialmente porque não estamos no nível animado, mas sim, possuímos armas perigosas que nos permitem que cada um de nós destruamos a todos. Ele finalmente nos leva a uma inevitável conclusão de que nossa salvação está apenas na doação. Muitos entendem agora e só um louco desejaria a próxima guerra.

Mas, além da razão corporal que nos faz entender que a doação pode ser útil, o nosso Reshimot (genes espirituais, registros) da quebra estão despertando dentro de nós, a partir dos mais simples para os mais avançados. Eles nos fazem sentir que estamos nos movendo na direção errada e nos trazem decepção no nosso desenvolvimento.

Aqueles que estão progredindo sob a pressão do corpóreo e Reshimot espirituais começam a se aproximar. Acontece que os cabalistas que praticam seu próprio desenvolvimento espiritual e as pessoas que vivem uma vida corporal normal estão começando a se perguntar sobre o significado da vida, estão se aproximando umas das outras. Embora estes últimos não tenham qualquer ponto no coração, estão no entanto perguntando perguntas muito semelhantes.

A opinião das massas está gradualmente se aproximando ao parecer dos cabalistas. Há ainda um muro que as separa, mas as pessoas comuns estão chegando cada vez mais perto, em busca de uma resposta, embora elas ainda não estão perguntando como se corrigir. Haverá um momento em que elas vão vir e perguntar: O que devemos fazer? “Deverá então você estar preparado para lhes mostrar como atingir a perfeição.”

[30534]
Da 4 ª parte da Lição Diária de Cabala de 22/12/10,”A Paz”

Material Relacionado:
Do Desespero à Doação

Comente