União Em Tudo

O princípio de amar o próximo como a ti mesmo resume e inclui todos os princípios. Nós realizamos o princípio do temor e o princípio do amor através da união, anulando-nos ante o grupo, e através da garantia mútua, recebendo a Luz que Reforma. A Luz nos leva ao estado de temor e então ao de amor.

Tudo isso junto é chamado “realizar os 613 mandamentos”. Isso fala sobre a correção dos desejos. Cada desejo neutraliza seu egoísmo e adquire uma tela, a intenção de doar.

Eu não vejo os degraus da escada antes do tempo. Eu os construo através da auto renúncia, que me capacita a me agarrar ao grupo com mais e mais força. Assim é como um único Kli (receptor) se forma dentro de mim, dirigido ao único Criador. Isso requer o princípio chamado “único corresponde a único”.

Todos os nossos esforços são dirigidos para a construção dessa união. A pessoa a compreende aspirando a ela e suprimindo tudo o mais. Com quem a pessoa se une? Com o grupo, que ela avalia usando um só critério: a meta. Ela junta somente esse ponto da meta que está presente no grupo, e em nada mais dentro daqueles ao seu redor. Ela se curva ante a união, se focando nela.

Então, ela é única e ela se une com um único grupo, descartando tudo o mais em seu desejo para revelar o único Criador que é Bom e Faz o Bem – a qualidade de doação. Assim, através do amor aos outros, a pessoa adquire a amor pelo Criador.

Da 1a parte da Lição Diária de Cabala, 28/10/10, “De acordo com o que foi Explicado em Relação a Amar o Próximo como a ti mesmo”

Comente