Uma Linha E Um Círculo, Exclusividade e Igualdade

Dr. Michael LaitmanPergunta: Como nós podemos encontrar um equilíbrio correto entre a disseminação Cabalística e o trabalho interno no grupo?

Resposta: Estas são duas linhas opostas de trabalho, que ao mesmo tempo apoiam-se uma na outra. Por um lado, nós precisamos nos conectar no grupo da forma mais coesa possível, sermos exclusivos, e seguir o estatuto do grupo escrito pelos Cabalistas, as regras e leis descritas pelo Rabash. Dentro do grupo, todos devem respeitar as regras. Por outro lado, nós precisamos ser totalmente livres e abertos ao mundo exterior e explicar tudo da maneira mais popular e simples.

Nós precisamos nos conectar tão fortemente quanto possível e nos preservar, de modo a avançarmos por uma linha estreita e reta em direção à meta! Este é o trabalho “em uma linha”. Em relação ao mundo exterior, nós somos um círculo: não existem diferenças ou limites, superior ou inferior; tudo mundo é igual. Pegue o que quiser, sem qualquer pressão.

Estas são duas abordagens contraditórias, e nós precisamos estar conscientes delas.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabala 17/10/10 “O Ensino da Cabala e sua Essência”

Comente