Sainda Fora Da Garrafa

A aproximação da Convenção é um evento da unidade. Queremos criar uma unidade tão grande que nela vamos revelar o Mundo Superior. Isso significa que pela força da nossa consolidação comum que se eelvará acima do egoísmo pessoal de cada pessoa.

Toda pessoa deve sentir que esta subida tem uma nova sensação de um mundo novo, um avanço para uma nova dimensão, onde nós existimos em doação, em vez de recepção, como fazemos aqui.

A segunda metade da vida a realidade pela lei de doação, ao contrário da realidade do nosso mundo, que existe na lei da recepção. Unindo-se uns aos outros queremos que cada pessoa receba grandes forças do grupo, que lhe permitirá sair do “gargalo” e, pelo menos um pouco, para sentir o mundo que vivemos pelos princípios da doação.

Mesmo que pudéssemos cair para trás, no entanto, com o tempo essas “saídas” se tornarão mais freqüentes. Uma pessoa vai começar a se acostumar a estar entre dois mundos e compreender o que está acontecendo com ela, até que seus esforços acabem sendo bem-sucedidos e ela se tornará um “residente permanente” do mundo espiritual.

Da 1a. parte da Lição Diária de Cabala de 31/10/10,  “A  Necessidade de Amor dos Amigos”

Comente