Como Parar De Pensar Em Mim, Parte 2

Dr. Michael LaitmanTodos os de Israel são responsáveis uns pelos outros (Sanhedrin, 27b, Shavuot 39).
(Continuação deComo Parar de Pensar em Mim, Parte 1”)

7. Se no grupo todo mundo pensa em todos os outros, o grupo se torna um sistema perfeito que existe no estado de Arvut (garantia mútua) ou de uma só alma. Todos os amigos se elevam acima dos seus desejos e entram em uma interconexão unificada entre si, tornando-se fiadores na doação mútua.

Cada pessoa desprende seu “ponto no coração” do seu egoísmo e conecta-o com os “pontos no coração” dos outros. Assim, os desejos permanecem “abaixo”, e a conexão ocorre entre os “pontos no coração”. Em tal conexão de doação mútua agem leis essencialmente diferentes e altruístas. Um novo mundo abre suas portas diante da pessoa.

8. Depois que a pessoa elevou-se acima do seu egoísmo, a correção de sua conexão com os outros começa com o desejo anteriormente rejeitado. Primeiro, ela acontece na “doação em prol da doação” e depois na “recepção em prol da doação”. Todos os relacionamentos são realizados apenas para agradar ao Criador. Este espírito coletivo que está presente entre os amigos manifesta-se em todos; agora, eles são capazes de detectar e procurar a sua intenção exclusivamente nele.

Surge uma sensação de interação que não é nem consigo mesmo nem com os outros, mas com o todo unificado. A relação com o Criador, que está sendo revelado no todo unificado, emerge dessa união.

Da Lição Diária de Cabala 10/09/10, “A Arvut”

Comente