A Saga Familiar Nas Dez Sefirot

Dr. Michael LaitmanPergunta: Você pode explicar em termos gerais o que nós estamos estudando no Talmud Eser Sefirot (TES), Parte 15? Eu não entendo nada disso.

Resposta: A parte 15 do TES é intitulada “A Construção de Nukva“. Primeiro, Nukva foi criada, então quebrou, e agora nós estamos estudando como reconstruí-las, ou seja, em que ordem pegar suas peças e como, através de quais forças, recolocar as peças juntas em uma estrutura corrigida.

Portanto, o capítulo é intitulado “A Construção da Nukva“. O autor diz: “Você gostaria de reconstruí-la? Por favor, vá em frente. Mas tenha em mente que você deve aprender a trabalhar com sua substância. Ela resistirá. Suas partes dependem umas das outras, e todas elas têm sua própria personalidade”.

No entanto, como eu faço para obter tudo o que preciso para “construir a Nukva“, a minha alma? Na verdade, eu mesmo não tenho nada. Se eu começar a fazer esta pergunta, eu começo a ver uma solução. Acontece que existem participantes Superiores nesse processo de construção, o Pai e a Mãe (Aba ve Ima), de quem toda a Luz da Sabedoria e força descendem. Ainda assim, você não receberá deles, mas dos dois níveis espirituais mais próximos de você. Eles vão entregar-lhe a Luz de Hassadim (Misericórdia), a força, e a Luz de Hochma (Sabedoria), o conhecimento.

Você deve conhecê-los de modo que o relacionamento que você estabelecer com eles lhe permitaconstruir a si mesmo, como eles fizeram. Afinal, neste momento, você é uma matéria-prima disforme. No entanto, quando você começar a construir seu relacionamento com eles, a partir de cada contato com eles, você estará adquirindo formas como a marca de um selo. Essas formas que você adquire por si mesmo é o que se chama “Construção da Nukva”.

O Baal HaSulam a descreve em uma linguagem expressiva, explicando como o sistema espiritual diz respeito a você. Ele lhe coloca em contato com o mundo espiritual, o qual você gradualmente descobre diante de si.

Você deve desejar a sua revelação! E quando ela começar a se revelar, você verá que ela é semelhante à forma como, no nosso mundo, você começa a conhecer sua família, seu pai, mãe, avô, avó, irmãos e irmãs. Você entra em uma família onde todos têm sua própria personalidade e status, relacionamentos e problemas. Você deve entrar nesta família e fazer parte dela; assim, você receberá sua forma definitiva.

É uma imagem muito viva e humana. Ela gradualmente se torna muito fácil de entender, como se você estivesse aprendendo com a própria vida, suas leis, e psicologia interior. A parte mais difícil é o primeiro contato. Até você “abrir a porta e entrar na casa”, você fica perdido na tentativa de adivinhar o que está dentro. No entanto, uma vez que você entra, você começa a ser bajulado.

Da 3ª parte da Lição Diária de Cabala 10/10/10, Talmud Eser Sefirot

Comente