“A Multidão Mista” Em Uma Pessoa, Nação e do Mundo

No Zohar,o capítulo”Beshalach (E o Faraó Mandou)” Item 37: Por causa da multidão mista, eles não eram chamados de “os filhos de Israel”, ou “Israel”, ou “Meu povo”, mas simplesmente, “o povo.” Quando eles subiram do Egito e a multidão mista não se uniu bem com eles, Ele os chamou de “os filhos de Israel. “Quando a multidão mista se uniu com eles, Ele os chamou de “o povo”.

Falando do que ocorre em uma pessoa, a “multidão mista” (ErevRav) é os desejos que parecem estar seguindo um caminho espiritual escolhido, pensando que é a nabeura para avançar. No entanto, cada vez que eles decidem avançar, decidem usar o criador, a luz superior para si mesmos, para a recepção.

Esta é a mais traiçoeira e força impura (Klipa, shell). Eles querem usar a Torá para atender diversas demandas do egoísmo em sua vida corporal. Todos os problemas da nação ocorrem por causa desse Klipa considerada como a “multidão misturada”.

É fácil distingui-los no caminho espiritual, se você reconhecer que é uma forma egoísta que não tem relação com a espiritualidade. Se eu desejo qualquer prazer deste mundo (comida, sexo, família, dinheiro, fama, poder ou conhecimento), esses desejos são considerados como as “nações do mundo” em mim. Eles querem apenas este tipo de realização.

Mas quando eu começar a estudar a Torá e quiser receber a realização egoísta e terrena (o mesmo dinheiro, a fama, poder, e assim por diante), com a sua ajuda, isso é chamado de “multidão misturada”. Eu vou entrar com a Torá, a força de progresso e da Luz, a fim de usá-la para o meu egoísmo.

Tudo isso deve ocorrer em todas as pessoas no caminho espiritual. Afinal, todo mundo é composto de todos os outros, como está escrito: “Não há homem justo sobre a terra que tenha feito o bem e que não tenha primeiro pecado.” Todos terão períodos (caso não tenha ocorrido até o momento) quando, em meio ao seu avanço espiritual, irá surgir um desejo de ganhar dinheiro, poder, e assim por diante. A única questão é quão rapidamente e quão corretamente ele vai sair deste estado.

Divisões similares existem no mundo físico também. Não são “as nações do mundo”, aqueles que desejam receber tudo o que existe neste mundo. Seus desejos são simples, sem qualquer anseio de espiritualidade, para a sabedoria da Cabala.

Existem também pessoas que se esforçam para a espiritualidade e anseiam por alcançar o melhor de sua capacidade. E há aqueles que se envolvem em espiritualidade também, mas não para descobrir a sua “inclinação para o mal”, corrigi-la e, assim, chegar mais perto do Criador, o que significa usar a Torá como foi concebida. Em vez disso, eles estudam a Torá, a fim de obter todas as possíveis riquezas, fama e poder a partir dela. Assim, está escrito que todos os problemas após o êxodo do Egito ocorreram porque eles trouxeram com eles a “multidão mista.”

Então está em nossa geração: Há aqueles na nação que estudam a Torá a fim de obter dela a Luz que Reforma e corrigir-se, e há aqueles que se engajam na Torá, a fim de obter poder e riqueza para sua vida terrena.
[24317]
Da 2a. parte da Lição Diária de Cabala de 20/10, O Zohar

Comente