A Cabala Usa A Linguagem Mais Precisa

Dr. Michael Laitman“Nem todas as partes da Torá são iguais no que diz respeito à Luz que elas contêm”. A sabedoria da Cabala as apresenta à sua própria maneira: ela recupera da Torá os aspectos mais importantes que se relacionam com o desenvolvimento da alma e transmite-os em sua própria línguaguem.

Existem quatro linguagens diferentes para se apresentar a Torá, o método de correção (“Torá” vem da palavra Ora’a, instrução): Sod, Remez, Drush e Peshat (segredo, insinuação, interpretação e entendimento literal). A sabedoria da Cabala é a linguagem mais precisa; ela explica o método da melhor maneira.

A Cabala não transmite o método nas descrições do nosso mundo, nas leis do comportamento terrestre, ou situações de conto de fadas (todos os quais são descritos de uma forma distante do homem moderno). Por isso, nós usamos os trabalhos dos Cabalistas: O Livro do Zohar, que é o comentário sobre o Pentateuco, e todos os outros livros que se originaram doZohar (as obras do ARI, Ramchal, Agra, e Baal HaSulam).

Depois de estudar as obras dos Cabalistas, nós podemos prosseguir com o texto da Torá e entender o que ela está falando. Certamente, toda a Torá descreve os nossos estados consecutivos, ou seja, os estados da alma no mundo de Atzilut.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabala 17/10/10 “O Ensino da Cabala e sua Essência”

Comente