Você Tem Uma Parte Do Mundo Vindouro

Dr. Michael LaitmanNo recente Mega Congresso nós recebemos centelhas de Bina. Nós fomos preenchidos pela sensação de doação, unificação comum, e sociedade. Agora nós não temos nada; permanece somente a necessidade por ela ou um desejo vazio. Isso nos faz sofrer, e nossa tarefa é restaurar imediatamente a nossa conexão com os outros, atrair a Luz, agir em conjunto com todos, e construir todo um mecanismo para fazer isso.

Tudo isso é uma sensação do meu primeiro desejo espiritual! Pela primeira vez eu recebi um vaso espiritual. Anteriormente, eu só tinha desejos animais e “universais”, mas agora eu recebi o vazio de Bina: a sensação do próximo, que está completamente construído na doação. Eu senti que há mais alguém além de mim no mundo, e não apenas um objeto para eu usar! Esse sentimento veio até mim desde Bina.

“O desejo de desfrutar” não sente isso. Um leão que deseja ter um veado para o jantar não se relaciona com o veado como um indivíduo. Ele só vê uma centena de quilos de carne diante dele e necessita essa carne para sobreviver. Ele vê tudo que se move a sua frente a partir deste ponto de vista, mas não tem nenhum relacionamento pessoal com o seu entorno e não deseja mal a ninguém.

No entanto, Bina, que se situa em nós, é uma parte do Superior. É a qualidade do Criador, e ela revela a nossa relação interna em relação às “pessoas”. Durante uma Convenção como o Mega Congresso eu adquiro essa atitude em relação ao próximo, eu percebo sua importância e recebo prazer ou satisfação através dele.

Quando a Convenção termina, eu me sinto mal. Isto não é porque o meu desejo simplesmente cresceu, mas a sensação agora vem de um campo totalmente diferente, da dimensão espiritual. É uma parte do mundo vindouro! Portanto, ela só pode ser preenchida desde aí com a ajuda do grupo, dos estudos, e de outras ações comuns e mútuas.

Este é o remédio chamado “seguir pelo caminho da Luz”. É quando nós construímos um desejo dentro de nós por nós mesmos e cuidamos de sua satisfação antes da hora. Assim, nós avançamos como um homem velho que anda curvado e procura algo antes da hora, como se tivesse perdido algo.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabala 16/08/10, “Introdução ao Livro, Panim Meirot uMasbirot

Comente