Que Caminho Você Tomará?

Dr. Michael LaitmanArtigo do Baal HaSulam “Prefácio ao Panim Meirot uMasbirot“, item 7: Agora você pode entender as palavras deles sobre o verso: “Eu, o Senhor, ao seu tempo o farei prontamente”. O Sanhedrin (98) interpretou: “Não recompensado – em seu tempo; recompensado – Eu o farei prontamente”.

Assim, existem duas maneiras de se atingir o objetivo mencionado acima. Através de sua própria atenção é chamado de “caminho do arrependimento”. Se eles forem premiados, então, “Eu farei isso prontamente” será aplicado a eles. Isto significa que não há tempo definido para isso, mas quando eles são premiados, a correção obviamente termina.

Se eles não forem premiados com atenção, há outro caminho, chamado “caminho do sofrimento”. Como o Sanhedrin disse (97): “Eu coloco sobre eles um rei como Haman, e eles se arrependerão contra sua vontade”, isto é, em seu tempo, pois nisso há um tempo definido.

Há dois caminhos diante de nós que levam ao mesmo objetivo, e nós estamos na sua interseção. A cada momento, nós devemos sentir que estamos na encruzilhada que determina a nossa liberdade de escolha, e a escolha aqui é muito simples: tomar o caminho da Luz ou o caminho do sofrimento.

A terceira via não existe. Nós temos de avançar por um destes dois caminhos e decidir, em cada momento, qual será o nosso próximo passo. Seu pé já está no ar, e agora você tem que escolher onde aterrissá-lo: no caminho da Luz ou o caminho do sofrimento.

O momento passará, e você voltará a ter que fazer uma escolha. Seu pé foi levantado a partir do Alto para forçá-lo a dar um passo, e depende de você onde colocá-lo, em qual dos dois caminhos. De acordo com a sua escolha, você receberá a força e os meios para avançar, uma vez que você tem que continuar avançando, de uma forma ou de outra.

Se você avança pelo caminho de “Beito” (evolução natural, ao seu tempo), as forças da natureza lhe empurram para a frente contra o seu egoísmo, uma vez que você quer avançar levado pelo seu ego. Assim, você é impactado pelas forças que se opõem ao seu egoísmo, tentando mantê-lo em doação. Mas no caminho de “Ahishena“(acelerando o tempo), você começa a convencer-se de forma consciente, através do ambiente, que estar em doação vale a pena. Assim, você atrai a Luz Circundante, e ela lhe leva de volta à bondade.

No caminho de “Beito” você recebe golpes e aprende com eles. Mais cedo ou mais tarde isso resultará em seu pedido ou oração pela correção e pelo avanço, como você faria no caminho de “Ahishena“. Por outro lado, se você tomar o caminho da Luz desde o início, você economizará tempo na primeira parte do caminho, onde você teria, por outro lado, perdido tempo devido à sua falta de vontade em ouvir e esforçar-se.

Não há tempo para pensar sobre onde aterrissar o nosso pé! Tudo depende da preparação do ambiente espiritual.

Da 4a parte da Lição Diária de Cabala 4/8/10, “Introdução ao Livro, Panim Meirot uMasbirot

Comente