A Nova Fórmula Para O Sucesso

Dr. Michael LaitmanPergunta: A mecânica do desenvolvimento do desejo no mundo é simples, e nós temos acumulado milhares de anos de experiência nisso. Que conhecimentos novos a ciência da Cabala oferece quanto ao uso do desejo?

Resposta: A Cabala oferece a intenção, e nada mais é necessário! O Criador criou o desejo de receber prazer e Ele o dirige à evolução. Esse desejo é egoísta, fazendo-nos constantemente correr atrás de tudo o que possa preenchê-lo. Tal comportamento caracteriza os níveis imóvel, vegetal e animal da existência. No entanto, na nossa época, após milênios de crescimento, nós finalmente evoluímos para o “nível humano” (Adão), que é um estado totalmente diferente de existência. O ser humano é independente das formas de existência imóvel, vegetal e animal.

Para o ser humano, a coisa mais importante é a intenção, ou a razão “pela qual” eu possuo os níveis imóvel, vegetal e animal? Para que eu vivo? Ele se pergunta sobre o propósito da vida, e quando a pessoa tem este questionamento, ela chega à Cabala. Esta é uma tendência totalmente nova, onde eu não dependo da evolução anterior do meu desejo. Eu evoluí , mas e agora? Agora, algo completamente novo, misterioso e desconhecido está minha frente.

A atual crise humana é a crise da fórmula do nosso desenvolvimento anterior, que não funciona mais! O período anterior da evolução terminou quando as únicas forças operativas eram a Luz e o desejo, o prazer e a fome. Agora, eu vejo que não há satisfação, e sinto a necessidade por ela, mas não entendo como ambas estão conectadas.

Anteriormente, isso funcionava de forma muito simples: quanto maior o meu desejo, maior a sua satisfação. Mas hoje, embora o meu desejo seja enorme, eu me agarro e aproveito o que eu quero por um instante e depois desaparece. Como resultado, eu não quero nem correr atrás de mais prazer. No entanto, eu ainda tenho que satisfazer-me com alguma coisa. No entanto, eu não tenho nada a ver com isso. Você percebe que horrível é isso?

A humanidade não sabe o que fazer com essa situação. Isto leva às guerras, crimes, brutalidade e terrorismo, porque no momento que o homem experimenta o vazio e a lembrança, ele está disposto a fazer o que for preciso para encontrar pelo menos uma pequena satisfação, mesmo por um instante!

Agora nós estamos passando por este momento de transição. O desejo egoísta já completou a sua evolução nos planos de existência imóvel, vegetal, e animal. Agora, ele tem que crescer como “ser humano”, o que significa “semelhante ao Criador”. Esta é uma forma totalmente nova, onde a pessoa trabalha em doação, ao contrário de tudo o que ela fazia antes.

Nós nem compreendemos esta ação nem onde obtemos a força para ela. Nós não temos a mente, o desejo, e o ambiente para isso. Nós só temos a ciência da Cabala, e mesmo isso está disponível apenas para aqueles que já a descobriram. É por isso que nós estamos fazendo esse grande esforço de disseminá-la, porque gostaríamos de acelerar a evolução e propor uma solução com bastante antecedência antes que surjam os próximos golpes.

Caso contrário, ninguém saberá o que fazer com esta vida: nem políticos, nem sociólogos, nem psicólogos, ou quaisquer outros cientistas. A humanidade desistirá e concordará com qualquer tipo de existência, na esperança de esconder o que está realmente acontecendo e continuar vivendo, ao menos de alguma forma.

Da 4ª parte da Lição Diária de Cabala 30/08/10, “Introdução ao Livro, Panim Meirot uMasbirot

Comente