O Mundo É Construído Por Nossas Orações

Dr. Michael LaitmanAs pessoas pensam que a oração se relaciona à religião e pessoas religiosas, e que ela é removida das pessoas normais, seculares. Mas isso não é verdade! Todas as nossas vestes externas, corpos físicos, e objectos rodeando-nos neste mundo são expressões do desejo. Não há nada senão desejo, o qual cria todas estas vestes para si mesmo.

Desta forma, sem estarmos conscientes disso, nós determinamos todas as nossas vidas com nossos desejos, incluindo em que estado iremos entrar no próximo momento e como iremos experimentar esta realidade! Quer o queiramos ou não, todos nós estamos sempre a orar, ou a pedir certo tipo de satisfação para o nosso desejo. Nós fazemos-o de forma totalmente inconsciente. Eu não tenho de orar por alguém ou algo intencionalmente. O desejo compreende toda a nossa essência, e minha sensação de que me falta algo é chamado oração.

Nós queremos algo a cada momento. É assim como nós influenciamos a realidade, que contém nada senão desejo e a força do desejo. Isto significa que a cada momento eu quero algo e oro por isso. Nossos desejos conectam-se um com o outro e controlam o universo inteiro, produzindo continuamente novas imagens e estados para nós.

Nós construímos este mundo com as nossas orações! Desta forma, a única coisa que precisamos é mudar nossos pedidos, apesar do desejo do nosso coração. Então nós iremos revelar um novo mundo, porque o mundo inteiro é a sensação dentro do meu desejo.

A ciência da Cabala é chamada pelo nome de “Kabbalah”, recepção, porque ela fala sobre o que você irá receber no próximo momento. Apenas você determina o que será o próximo momento, o que você receberá e sentirá nele. Será você capaz de mudar sua visão do mundo, direccionando seu desejo na direcção necessária (que é chamada oração)? Se você mudar sua oração, de modo que em vez de desejar o que deseja agora, você desejar a coisa certa, então você irá mudar toda a imagem do mundo e toda a realidade.

Da 1ª parte da Lição Diária de Cabala 12/07/10, “A Importância da Oração dos Muitos”

Comente