Apocalipse 2010

Um velho amigo meu, um famoso físico, que conheço desde os meus estudos em St. Petersburg, Magarshak Yuri (E.U.A.), e outro físico, Eugene Levitch (Israel), publicou um artigo intitulado “Apocalypse”, na revista on-line russa “Vremya.” No artigo, eles afirmam que a tragédia no Golfo do México pode resultar em um tornado em chamas e trazer uma reviravolta de acontecimentos apocalípticos. Em resposta, gostaria de tecer alguns comentários:

1. A recente catástrofe de magnitude inédita pode mudar a vida em nosso planeta, e por todos os meios, fará mudanças na economia global e política. Tudo o que podemos fazer é prestar atenção ao que está acontecendo porque a humanidade não tem remédio para acabar com este desastre.

2. As coisas não acontecem de acordo com as previsões apocalípticas, mas de acordo com um cenário cabalístico. Ele prevê que a nossa geração vá passar por uma tremenda aflição que será forçada a procurar uma resposta para a pergunta: “Qual é o propósito da nossa existência?” Depois que descobrimos a resposta a esta questão, teremos que construir o nosso futuro em conformidade.

3. De acordo com a Kabbalah, a Natureza executa o seu próprio plano de desenvolvimento humano e nos obriga a fazer a transição da existência inconsciente desencadeada pelo sofrimento para o desenvolvimento consciente. O desastre ecológico no golfo do México é apenas um elo na cadeia. Como resultado de nosso desenvolvimento, as pessoas vão revelar a parte oculta da natureza e alcançar a perfeição e a eternidade.

4. A Cabala nos mostra como passar esta fase do nosso desenvolvimento, sem sofrimento. Em vez disso, ela nos mostra como ser orientado por um objetivo benevolente. Temos uma chance. Vamos rezar a Deus para que os apelos dos autores “sejam ouvidos”.

Material Relacionado:
O que a cabala responde (Vídeo em espanhol)

Comente