Os Filtros “Sujos” Que Obscuram Nossa Visão Da Realidade

Nós existimos em um sistema chamado criação única, Alma, ou Adão. Tal sistema foi criado pelo Criador. Estamos conectados dentro dele por vínculos permanentes como os órgãos que estão em um corpo. Nossa conexão mútua é preenchida com a vida do sistema: Luz. O sistema é chamado do Mundo do Infinito, porque tudo é infinito e perfeito.

No mundo do Infinito, todas as suas peças são ligadas pelo amor e cheias de Luz Infinita. No entanto, o Criador cobre esse mundo infinito com filtros redutores, um após o outro, como se estragando tudo. É semelhante ao desenhar um belo quadro e, em seguida colocar um filme plástico sobre ele sujo que estraga a vista da imagem. Então, com camadas adicionais, sucessivas, através de 125 camadas de plástico, a imagem original parece ainda mais suja. Estas são as 125 camadas que reduzem as propriedades de doação e de amor que nos conectam no sistema do Mundo Inifinito.

Estamos localizados na camada mais externa e não percebemos as anteriores de forma alguma. Assim, dentro da nossa camada, o sistema de conexão é completamente arruinado. Ao invés de sentir o amor que nos une no Mundo da Infinidade, odiamos uns aos outros, não percebemos a nossa ligação mútua, e somos separados, divididos, e quebrados. A partir desse estado  menor, o Criador quer trazer-nos de volta para o primeiro, que é iluminado e bom, que através de todas essas camadas, filtros, e mundos (o mundo “em hebraico é Olam, ocultação) voltamos ao Infinito.

Portanto, o Criador chama e nos desperta. Anteriormente, desenvolveu-nos através do egoísmo, para que pudéssemos compreender e sentir mais, e controlar nossas vidas de maneira melhor. No entanto, quando chegamos a uma certa maturidade, o Criador, começa a avançar-nos qualitativamente. Não é mais suficiente para nós evoluirmos, aumentando nosso egoísmo. Agora temos que nos tornar semelhantes ao Criador em nossos atributos, para receber um tipo equivalente e forma de desejo, e não apenas cultivá-lo como durante a nossa história anterior. É por isso que nosso estado atual de desenvolvimento é tão especial.

Ao fazer um esforço para alinhar-nos com a camada mais profunda, tornando-se fortemente ligados uns aos outros, chamamos a Luz do Criador, que brilha sobre nós de longe como a Luz Circundante (Ohr Makif). Nós nos tornamos corrigidos na mesma, a fim do amor e doação a reinar entre nós.

Da primeira parte da Lição Diária de Cabalá de 28/5/10, Shamati # 16

Material Relacionado:
Aprenda A Ver A Luz Na Doação

Comente