Escapando da Armadilha do Progresso

Recebi uma pergunta: É bem sabido que o progresso nos mantém longe da Força Superior, Deus, e da purificação interior. Em minha opinião, a Cabalá, junto com outras religiões, deve concordar com essa abordagem sobre o progresso.

Minha resposta: O progresso é uma lei da natureza. Não podemos pará-lo; ele nos é dado pelo desenvolvimento do nosso egoísmo. Sua tarefa é trazer a humanidade a um “beco sem saída” onde só há um caminho para sair: a transição para um novo tipo de sociedade baseada na doação e no amor. Nenhuma outra solução é possível numa sociedade global e interdependente.

Nós temos que aspirar à semelhança de forma com a natureza em nosso comportamento e nos tornar unidos uns com os outros e com a natureza a despeito do nosso egoísmo crescente. Especificamente, nosso egoísmo e progresso nos compelem a nos transformar a nós mesmos.

É impossível fazer uma transição natural a um novo tipo de sociedade como é também impossível mudar a natureza humana. Nossas tentativas nos trarão mais dor (cataclismos naturais, guerras, etc.). Nós podemos mudar do egoísmo para o altruísmo somente aplicando a metodologia Cabalística. A Cabalá nos ensina como usar a força que originalmente criou o egoísmo. Somente esta força pode corrigir e transformar nosso ego em doação e amor pelos outros.

Somos incapazes de parar o progresso. Mesmo assim, ao aplicar o conhecimento Cabalístico podemos trazer o mundo – com seu crescente egoísmo e progresso – a um estado generoso. Por isso a disseminação da Cabalá é tão criticamente importante hoje em dia.

Comente