Um Congresso É a Chance de Se Tornar um Embrião Espiritual

Recebi uma pergunta: Nós terminamos o mega-Congresso Virtual 2010, no qual muitos países tomaram parte, e, em fevereiro 2010, haverá um grande Congresso em Israel que vai ser apoiado por todo o Kli mundial. Qual é a melhor maneira de combinar o estudo do Livro do Zohar com nossos encontros e Congressos?

Minha resposta: Tudo isso se combina maravilhosamente. Todos os nossos encontros, nossos Congressos regionais e mundiais são programados para que nos unamos. Ao nos unir com outros, nós permitimos que a Luz seja revelada de acordo com a lei de equivalência de forma. A Luz é uma, e é preciso somente um desejo, um vaso. Quando nos unimos na prática, trazendo nossa união à vida e fazendo-a real, então no grau em que fazemos esforços e desejamos realizar isso, a Luz se acerca de nós.

Por ora a Luz brilha sobre nós à distância. É a Luz Circundante em lugar da Luz Interna porque nós ainda não estamos unidos mesmo no mínimo nível para sermos capazes de percebê-la como Luz Interna. Se eu me anulo completamente, então eu não coloco nenhum obstáculo à união desde que eu me anule frente aos outros. Isso significa que eu entro no útero espiritual, composto de todas as outras almas. Elas estão todas corrigidas em relação a mim; eu sou o único que não está corrigido. Se eu me anulo e ao meu egoísmo ante elas, desejando me unir a elas, então eu serei uma gota de sêmen no útero.

Se uma pessoa alcança esse estado mínimo, então ela entra na espiritualidade como um embrião. O Criador é revelado dentro da união entre nós, como está escrito: ”Eu habito entre as pessoas”. Ele habita dentro de Seu povo – na união entre as almas. Quando eu estou só, eu sou como um corpo estranho em relação aos outros, enquanto todas as outras almas estão conectadas.

Assim, é preciso primeiro e principalmente cancelar-se em relação às outras almas ao conectar-se com elas. Isso é o que cada um de nós está tentando alcançar em todos os nossos encontros e Congressos, incluindo o próximo Congresso cujo ponto focal será Israel.

Comente