Grandeza Começa Com Pequenas Coisas

Na espiritualidade, uma ação é valorizada por sua força e com a ajuda prestada. Por exemplo, uma mãe cuida de seu filho, tentando com todas as suas forças satisfazer os desejos da criança. O mesmo acontece em um grupo: eu estou tentando muito para unir-me com os meus amigos, a fim de cumprir o seu desejo.

Ao fazer isso, vou sentir que os amigos também diminuiram-se diante de mim. Eles têm uma meta espiritual grande, e eles estão dispostos a pisar sobre si mesmos pela meta e me ajudarem o quanto eles puderem. O objetivo os convence a continuarem,  da mesma forma que o amor obriga os pais.

A partir disso, podemos entender como podemos começar a atingir o Criador. Inicialmente, não se revela a grandeza dele, mas como é pequeno. Isso porque Ele intencionalmente se abaixa para nos ajudar a alcançar o progresso espiritual. A criança também vê em sua mãe como “uma empregada doméstica,” desde que ela se coloca à sua disposição, completamente.

Essa é também a forma como nós revelamos o Criador. Mas depois, gradualmente, começamos a entender que o Criador intencionalmente Se expressa modestamente para nós e diminui a Sua grandeza para nos ensinar a dar.

Comente